ENCONTRO IMAGINÁRIO Nº 229 | 24 JANEIRO | 19H30

Debates entre personagens marcantes da HISTÓRIA UNIVERSAL

PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL

D. Dinis

D. Dinis (Lisboa, 9 de outubro de 1261 – Santarém, 7 de janeiro de 1325), cognominado de “Lavrador”e de “Trovador” (“Na noite, escreve um seu Cantar de Amigo/ O plantador de naus a haver”, F. Pessoa), é o responsável pelo nascimento oficial da Língua Portuguesa e foi o sexto

rei de Portugal. Entre outros actos relevantes, durante o seu reinado (1279-1325), D. Dinis reorganizou a administração interna; fundou aldeias; incrementou o comércio, as exportações, a agricultura, a pesca e as salinas; fomentou a extração de prata, estanho e ferro; retomou as relações com Castela e com a Santa Sé; nacionalizou as ordens militares e fundou a Ordem de Cristo (fundamental na expansão marítima); fundou, em Lisboa, o Estudo Geral Português (o documento que instituiu a criação da primeira universidade portuguesa foi assinado a um de março de 1290, nos Paços de S. Simão, em Leiria).

A sua corte foi, tal como a do seu avô (Afonso X de Castela, o “Sábio”), um dos centros culturais mais notáveis do seu tempo – sublinhe-se que D. Dinis terá escrito 173 poemas (cantigas, pastorelas e uma sátira literária), dos quais “Flores do Verde Pino” e “Proençaes soen mui bem trovar” são os mais divulgados. Interpretação pelo dramaturgo Manuel Marcelino.

Eça de Queirós

José Maria Eça de Queirós (Póvoa do Varzim, 25 de novembro de 1845 – Neuilly-sur-Siene, França, 16 de agosto de 1900), diplomata e escritor português, cursou Direito na Universidade de Coimbra (1861-1866), onde conheceu, entre outros, Teófilo Braga e Antero de Quental, com quem constituiria o grupo «Geração de 70». Em 1867, iniciou a carreira literária e dirigiu, em Évora, o jornal de oposição Distrito de Évora. Em 1870, , instalou-se em Leiria, como administrador do Concelho; em Setembro, presta provas para cônsul de 1ª classe no Ministério dos Negócios Estrangeiros (obteve o primeiro lugar). Em 1871, já em Lisboa, Eça integrou o grupo “O Cenáculo”, que realizou as “Conferências Democráticas do Casino Lisbonense” com Ramalho Ortigão, publicou a novela policial O Mistério da Estrada de Sintra e “As Farpas”. Publicou O Crime do Padre Amaro (inspirado na época em que viveu em Leiria) e deixou -nos um profícuo espólio de obras imortais como O Primo Basílio, O Mandarim, A Relíquia e Os Maias. Por fim, defendeu que o valor da vida assenta na simplicidade (A Ilustre Casa de Ramires e A Cidade e as Serras). O investigador Algoritmi da UMinho, Nicolás Lori interpreta.

José Gregório

José Gregório nasceu a 19 de Março de 1908 na Marinha Grande e começou a trabalhar como operário vidreiro, aos 8 anos de idade e participou activamente na formação do Sindicato Nacional da Indústria do Vidro em 1931. Nesta qualidade assume a preparação e organização da jornada do 18 de Janeiro de 1934 contra a fascização dos sindicatos, pela defesa da livre organização dos trabalhadores e dos seus direitos, contra a ofensiva patronal e do Estado fascista, que tomou um carácter insurreccional na Marinha Grande.

Muitos dos dirigentes e ativistas foram presos e enviados para o Campo do Tarrafal e para o Forte de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

Em Fevereiro de 1934, vai para Espanha, sendo preso em Orense e em seguida libertado, por ação da classe operaria e do Socorro Vermelho Internacional.

Volta a Espanha no início de 1938, em plena Revolução, regressando a Portugal em meados desse ano.

É preso pela polícia política e libertado em 1940. Em 1943 integra o secretariado do Comité Central do PCP e em 1956 adoece. Vai para a Checoslováquia e falece neste país em Maio de 1961. Interpreta o escritor Higino Maroto.

Reservas

T. 213 965 360 / 913 341 687

Email. bilheteira

BOL Bilheteira Online www.abarraca.bol.pt

AVISO COVID

De acordo com as medidas de controle da pandemia decretadas pelo governo, cada espectador deve ser trazer consigo para apresentar à entrada do Teatro, o seu certificado de vacina ou o resultado negativo de um teste Covid, realizado em farmácia, e feito há menos de 48 horas.

Não dispensando no entanto o uso da máscara.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s