GERMINAR

Atira à terra a tua semente,

se a guardas no teu coração,
espera que ela fermente
de geração em geração.

Semeia a semente da paz,
rega a da tua solidariedade,
se a amizade te satisfaz,
exige uma nova sociedade.

A ceara que possas fazer,
no futuro verás rebentar,
os teus filhos a irão ter,

pois de ti se irão orgulhar,
deste sem nada receber,
para a sua vida melhorar.

Évora, 25/11/2021 – Joaquim Ganhão